Bosque é bicampeão da Copa Serrinha

O Estádio Jaime Domingos Rosa, o campo do Serrinha, viveu mais um domingo de fortes emoções e de grande presença de público com a realização da final da Copa Serrinha de Futebol Amador.

Com apoio da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer, o tradicional torneio acontece há vários anos e movimenta equipes de diversos bairros de Sete Lagoas. Esse ano a copa contou com a participação de 8 equipes das seguintes regiões:

– Bosque (Olinto Alvim, São Vicente e São João)

– Sete Lagoas-Fortaleza A (Jardim Primavera)

– Sete Lagoas-Fortaleza B (Jardim Primavera)

– Operário (Carmo)

– União Expresso (Belo Vale)

– Esporte Clube Cristal (Luxemburgo)

– Eldorado (Eldorado)

– Criciúma (Montreal e Canadá)

O Bosque buscava o bicampeonato, já que em 2016 havia vencido o São Paulo por 4 x 0 e ergueu a taça pela primeira vez.

Para chegarem a esta decisão, tanto Bosque, quanto Criciúma tiveram embates bastante complicados na fase semifinal: O Bosque bateu o Sete Lagoas-Fortaleza por 2 x 0, enquanto que, o Criciúma eliminou o Eldorado, nos pênaltis, vencendo por 5 x 4, após empate por 1 x 1 no tempo normal.

Na final houve grande equilíbrio no tempo normal. Bosque e Criciúma empataram em 2 x 2. Os gols do Bosque foram marcados por Vamberto e Tony. Márcio Baiano e Rômulo assinalaram para o Criciúma. Nos pênaltis, o Bosque venceu por 5 x 4 e faturou o bicampeonato do torneio.

A equipe campeã contou com o futebol de Pipoca, Marcelo Cooperseltta, Renatão, Bebê e Carlinhos; Edmar, Quim, Vamberto e Teleco; Adelmo e Milson. Também entraram no jogo: Tony, Serginho, Lete e Guiné. A comissão técnica do Bosque foi composta por: Edgar Santos (treinador), Luciano Souza, Leandro Pinto, Agostinho Santos e Valder Souza.

O Criciúma atuou com: Alef, Carlinhos, Ailton, Tom e Maurício; Beira, Juvenil, Gílson e Jojô; Rômulo e Márcio Baiano. Durante o jogo também participaram os atletas Cassinho, Miranda, Ladislau e Júlio. O técnico foi Edilson Marques.

O trio de arbitragem escalado para a decisão também foi bastante elogiado: Giovane Alves de Deus foi o árbitro principal, assistindo por Fábio Teodoro e Flávio Fagundes.

Além de contar com diversos atletas que moram em Sete Lagoas, o Bosque também tem ligação com várias famílias que moram nas imediações do município de Santana de Pirapama, o que contribuiu ainda mais para uma grande festa que foi realizada após o apito final do árbitro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *