Governo de Minas Gerais promove a inclusão social e produtiva de jovens em situação de vulnerabilidade

Minas Gerais tem contribuído para a autonomia e inclusão social e produtiva de jovens em situação de vulnerabilidade social. Na próxima segunda-feira (18/9), 230 jovens de dez comunidades de Belo Horizonte recebem os certificados de capacitação nos Cursos de Formação Inicial e Continuada.

Eles foram beneficiados pelo projeto Trampos, uma das linhas de ação do Programa Juventudes da Secretaria de Estado de Trabalho e Desenvolvimento Social (Sedese), que busca garantir oportunidades de qualificação profissional e geração de renda para esse segmento da sociedade.

A solenidade para entrega dos certificados acontece na próxima terça-feira (19/9), no Centro de Referência da Juventude (CRJ), na Rua dos Guaicurus 50, em Belo Horizonte. O evento começa às 16h com uma mostra cultural, onde jovens vão apresentar seus talentos nas áreas de artesanato, canto e dança, entre outras atividades. A formatura e entrega dos certificados acontece das 18h às 19h30.

 

Cursos

Os adolescentes realizaram cursos de analista de redes sociais, editor de projetos visual gráfico, assistente de produção cultural, organização de eventos, confeitaria, desenvolvedor de aplicativo para dispositivos móveis, além da capacitação em mecânica de motos.

Foram beneficiados nesta segunda etapa de qualificação jovens das comunidades do Alto Vera Cruz, Taquaril, Granja de Freitas, Morro das Pedras, Jardim Felicidade, Santa Lúcia, Santa Rita de Cássia, Papagaio e Estrela, bem como do Aglomerado da Serra.

“A estrutura e a metodologia dos cursos foram muito boas porque possibilitam que os alunos apliquem os conhecimentos que adquiriram durante as aulas”, avalia Devison Lucas da Silva Oliveira, morador do Morro das Pedras, que receberá a certificação no curso de assistente de produção cultural.  Ele considera que, a partir da qualificação, os alunos têm a capacidade de empreender, colocando em prática tudo que absorveram no curso.

Devison Lucas afirma que além do aspecto do empreendedorismo, os cursos contribuem também para a formação de um pensamento crítico em relação a diversos temas.  “Nos faz pensar e abrir os olhos, pois discutimos também durante a capacitação assuntos sociais, com temas referentes à favela, à periferia e também  sobre racismo e outros preconceitos”, diz.

Os cursos da Sedese em parceria com a Secretaria de Estado da Educação (SEE) foram realizados pelo Instituto Yara Tupynambá, de Belo Horizonte, e pela empresa Foco Opinião e Mercado, de Santa Catarina.

 

Projeto Trampos

O projeto Trampos busca a inclusão social e produtiva de moradores de regiões em situação de vulnerabilidade social a partir do mapeamento das potencialidades socioeconômicas dos territórios e das oportunidades de emprego e de empreendedorismo, levantados anteriormente pelo Programa Juventudes.

Neste ano, a oferta de cursos de formação profissional em Belo Horizonte teve início em abril, com a capacitação de 216 jovens, cuja formatura aconteceu em junho. A certificação só é fornecida aos adolescentes que tiveram, no mínimo, 75% de frequência.

Grande parte das vagas disponibilizadas nessa qualificação priorizou jovens encaminhados pela Rede de Proteção, que inclui profissionais dos serviços locais de assistência social, da educação, da saúde e de outros segmentos, que identificam os jovens que têm o perfil para o projeto.

Em 2017, o projeto destinou 1.220 vagas para capacitação, distribuídas nos municípios de Belo Horizonte, Betim, Contagem, Ribeirão das Neves e Passos. Para o próximo ano, a Sedese pretende levar o Trampos a mais 10 cidades no estado: Uberlândia, Governador Valadares, Montes Claros, Juiz de Fora, Divinópolis, Teófilo Otoni,  Paracatu, São João del Rei, Diamatina e Curvelo.

Ao final de 2018, o projeto estará presente em 15 municípios mineiros, com previsão de oferta de cursos de qualificação e orientação profissional para cerca de 8 mil adolescentes, com o apoio das Diretorias Regionais da Sedese, que estão presentes em 21 cidades polos do estado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *