Prefeitura garante apoio para pacientes com diabetes

Os grupos da UBS Cidade de Deus e ESF Dona Sílvia realizaram, no dia 14 de novembro, uma palestra para os diabéticos cadastrados nas unidades. O evento também contou com a participação de alunos da Faculdade Ciências da Vida atuando no direcionamento do grupo.

Na oportunidade, os pacientes receberam orientações sobre a doença, os fatores de risco que podem desenvolvê-la, sintomas relacionados e ainda dicas para que o diabético possa ter melhor qualidade de vida.

De acordo a Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD), esta é uma doença crônica responsável por não fazer o corpo produzir insulina ou empregar adequadamente a insulina que produz. A insulina é um hormônio que controla a quantidade de glicose no sangue.

Ainda segundo a SBD, no Brasil, existem mais de 13 milhões de pessoas vivendo com diabetes, o que representa 6,9% da população. Por isso, para esse público, é necessário um trabalho persistente de educação em saúde. Com a atuação de equipes multiprofissionais em trabalho persistente, com apoio de nutricionistas, palestras educativas e acompanhamento constante dos profissionais de saúde.

De acordo com a enfermeira Maria Luiza Faria, da ESF Dona Sílvia, esses pacientes precisam de apoio e orientações constantes. “Orientamos, na palestra, sobre o uso correto das medicações orais e injetáveis. Abrimos espaço para os pacientes relatarem como fazem uso desses medicamentos. Quando necessário, as correções são realizadas.  Demonstramos como deve ser o descarte correto das agulhas e seringas e oferecemos garrafas pets personalizadas para o armazenamento correto desse material. Precisamos entender que os pacientes devem ser acolhidos com humanização, recebendo apoio para seguir firme no propósito de um autocuidado eficiente”, afirma a enfermeira.

TIRAS PARA MONITORAMENTO DE ÍNDICE GLICÊMICO

A atenção da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Sete Lagoas com pacientes diabéticos vai muito além das reuniões de conscientização e informação. No fim de novembro a pasta colocou à disposição da população diabética de Sete Lagoas tiras para monitoramento de índice glicêmico.

Apesar de o fornecimento de insumos para tratamento e controle do diabetes ser de responsabilidade da Secretaria de Estado da Saúde (SES-MG), com o fim do estoque de tiras destinado ao município, a Prefeitura de Sete Lagoas, decidiu adquirir lotes extras do produto. “O fornecimento de insumos para diabetes é pactuado em Minas Gerais por meio da Deliberação 2.512, de 19 de julho de 2017 e, conforme esse tratado, a SES-MG é a responsável pela aquisição e distribuição aos municípios das tiras reagentes de glicemia e aparelhos glicosímetros. Cabe aos Municípios, de acordo com a pactuação, a dispensação dos produtos à população”, conta a farmacêutica Daiane Moura.

Para a secretária de Saúde Vanessa Lopes, é preciso, além de informar o paciente, garantir que ele tenha condições de monitorar a doença. “Sabemos a necessidade de atender os pacientes diabéticos do município e autorizamos uma compra complementar de tiras de glicemia e glicosímetros. Com isso, estamos incentivando o autocuidado e garantindo um melhor controle da doença para a população diabética de Sete Lagoas”, afirma.

As novas tiras de glicemias e aparelhos glicosímetro já estão sendo disponibilizados no setor de Assistência Farmacêutica a R: Benedito Valadares 321 Centro, das 7h às 16h30. Mais informações pelo telefone 3776.9529

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *