Servas promove Rua de Direitos no aniversário do Parque Municipal

Serviço Voluntário de Assistência Social (Servas), em parceria com o Ministério Público de Minas Gerais e o Tribunal de Justiça de Minas Gerais e apoio do Governo do Estado e vários setores da sociedade, vai realizar mais uma Rua de Direitos, ação do Projeto Rua do Respeito, na próxima terça-feira (26/9), no Parque Municipal Américo Renné Giannetti, no Centro de Belo Horizonte, das 9h às 17h. O evento é parte da programação oficial de aniversário do parque, que comemorará 120 anos no mesmo dia.

A ação é dedicada à população em situação de rua, que aumentou, significativamente, nos últimos quatro anos. De acordo com o levantamento atual da prefeitura de Belo Horizonte, a capital tem 4.553 moradores de rua. O último senso, de 2014, identificou que 1.827 pessoas viviam nas ruas da cidade. O número atual se equipara ao total de habitantes de 182 dos 853 municípios de Minas Gerais (4,6 mil).

A Rua de Direitos vai oferecer a esse público serviços básicos como emissão de documentos, atendimento médico, psicológico e odontológico, exames básicos de saúde, orientação jurídica e previdenciária, corte de cabelo, além de café da manhã, almoço e lanche da tarde. Também haverá uma programação cultural direcionada para essas pessoas.

Segundo a presidente do Servas, Carolina Pimentel, será um dia dedicado as pessoas em situação de rua, no qual elas deixam de ser marginalizadas, passando a ser respeitadas. “É um projeto que nos dá muito orgulho, porque nossa proposta é estar sempre mais perto de quem mais precisa. O Rua do Respeito, por meio da ação Rua de Direitos, enxerga o invisível social, entendendo que a população em situação de rua tem os mesmos direitos que qualquer outro cidadão”, ressalta.

 

Consultório Itinerante

A novidade da Rua de Direitos é o consultório odontológico itinerante do Servas. Uma van foi totalmente adaptada para oferecer aos moradores de rua tratamento dentário básico como limpeza, restauração simples e extração. Se algum problema grave for diagnosticado, a pessoa será encaminhada para a Prefeitura, que dará direcionamento ao tratamento necessário.

Atendimento odontológico era uma demanda antiga de todos os coletivos que atuam em prol da população de rua segundo o diretor de investimento social do Servas, Rodrigo Fernandes. “É uma grande conquista e faz com que o projeto assuma outro patamar”, reforça, acrescentando que o consultório também atenderá a ações de outros projetos da instituição.

Coordenador de Educação do Circuito Liberdade, Gelton Pinto Coelho Filho, afirma que disponibilizar uma van preparada para atendimentos odontológicos muda a perspectiva de ressocialização e reintegração das pessoas em situação de rua na sociedade. Ele acrescenta: “a situação de rua, ampliada pela crise econômica, escancara a necessidade de agir coletivamente em prol da vida e da garantia de direitos. Em 2015, o Iepha-MG assinou um termo de cooperação técnica com o Rua do Respeito e desde então participa da articulação de ações para dar visibilidade a estas situações e principalmente buscar soluções conjuntas de atuação. Uma delas foi a doação de kits de higiene dental que, para nós é corriqueiro, mas que no caso dos moradores é material escasso.”

Primeira dentista voluntária da ação, Joana Rodrigues de Souza Nassim afirma se sentir orgulhosa em ajudar a população de rua. “Eu não acredito no voluntariado como prática isolada. No entanto, é a partir de pequenas ações que se conseguem ações mais completas, estruturadas e, também, faz-se contato com aqueles que têm vontade de dedicar um pouco do seu tempo para o outro. Um evento como a Rua do Respeito é uma a síntese dessa construção. Ajudar a ladrilhar essa Rua é uma honra e uma alegria imensa”, enfatiza.

 

Rua do Respeito

É um projeto realizado pelo Servas em parceria com o Tribunal de Justiça de Minas Gerais e o Ministério Público de Minas Gerais por meio da Cimos – Coordenadoria de Inclusão e Mobilização Social. O Rua do Respeito nasceu com o propósito de sensibilizar as organizações dos setores públicos e privados, bem como a sociedade em geral, para a condição de miséria humana em que se encontra parte da população das cidades. E, assim, por meio do respeito e ações práticas, colaborarem para a transformação da vida de quem mora nas ruas das cidades mineiras.

 

Serviço:

Rua de Direitos

Data: 26/6

Horário: 9h às 17h

Local: Parque Municipal Américo Renné Giannetti, Avenida Afonso Pena, 1377 Centro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *