Governador Fernando Pimentel entrega Medalha de Mérito da Defesa Civil

O governador Fernando Pimentel presidiu nesta quinta-feira (1/2), no Palácio da Liberdade, em Belo Horizonte, a cerimônia de entrega da Medalha de Mérito da Defesa Civil. Ao todo, são 77 agraciados com a comenda, que homenageia personalidades e instituições que tenham prestado relevantes serviços às comunidades mineiras para minimizar as consequências danosas das calamidades. Entre os homenageados neste ano estão militares e civis que ajudaram nos trabalhos de resgate e socorro médico na tragédia de Janaúba, ocorrida em outubro do ano passado.

O governador parabenizou os agraciados e lembrou que a medalha valoriza mineiros e mineiras que arriscaram a própria segurança em prol da comunidade. “Eu digo sempre que o Estado tem muitas medalhas, muitas condecorações. Todas elas, evidentemente, justificadas. Mas, dessas todas, a mais importante é essa porque ela agracia, justamente, aqueles mineiros e mineiras que, em algum momento de sua existência, correndo risco, ou dedicaram algum momento precioso ou energia preciosa para salvar a vida de alguém, proteger o patrimônio de alguém, enfim, para atuar onde é mais delicada a presença do poder público”, destacou.

Fernando Pimentel fez, ainda, uma homenagem aos servidores públicos presentes no local. “Estou vendo aqui muitos servidores públicos, alguns fardados, outros não, mas todos merecedores do nosso respeito. Como governador, cabe a mim reconhecer o trabalho dos servidores e dizer que nós todos somos muito gratos às corporações em Minas Gerais. Nós estamos atravessando uma tempestade, mas nosso barco não afundou, nem vai afundar. Os mineiros e as mineiras sabem ter serenidade, dedicação, perseverança para enfrentar e vencer qualquer crise. É com esse sentimento de esperança que eu desejo a todos os agraciados muita felicidade, paz e que Deus continue iluminando as tarefas de todos nós, policiais militares, bombeiros, cidadãos comuns, todos nós estamos irmanados no mesmo objetivo, que é continuar defendendo a vida e a tranquilidade em Minas Gerais”, finalizou.

O orador oficial da cerimônia, o presidente da Companhia de Tecnologia da Informação do Estado de Minas Gerais (Prodemge), Paulo Moura, destacou que a Defesa Civil é uma instituição presente em momentos difíceis da população.  “A gente espera das instituições a serenidade que vemos na Defesa Civil. É uma grande honra receber essa homenagem da Defesa Civil, que é uma instituição comprometida com a defesa da vida, defesa dos desamparados nos momentos mais difíceis. Isso nos orgulha a todos nós homenageados”, afirmou.

Aplicativo   

Ainda durante o evento foi lançado o aplicativo SIPDEC-MG (Sistema Integrado de Proteção e Defesa Civil de Minas Gerais), que irá emitir para os cidadãos alertas de tempestades, deslizamentos de terra, rompimento de barragens, entre outros, no estado. Através do mecanismo também serão divulgadas ações de mobilização para ajudar quem mais precisa e campanhas de arrecadação e distribuição de itens para regiões afetadas por desastres.

O coordenador estadual da Defesa Civil e chefe do Gabinete Militar do Governador, coronel Fernando Arantes, destacou a importância de centralizar as informações para a população. “Esse aplicativo vai estabelecer um canal de comunicação direto com a população. A grande motivação desse aplicativo é que a gente possa dar credibilidade nas informações. Hoje nós somos muito vítimas de notícias falsas e que, às vezes, geram um determinado pânico e a Defesa Civil está criando esse canal direto”, afirmou.

 

O objetivo do novo recurso é fortalecer as redes de assistência social e integrar ainda mais o Sistema Estadual de Proteção e Defesa Civil em toda Minas Gerais. Os avisos meteorológicos e os alertas serão enviados pelas equipes da Coordenadoria Estadual de Defesa Civil, que monitoram 24 horas por dia as situações de risco em todas as regiões do estado.

Já as informações de como ajudar, locais de entrega de donativos e campanhas de mobilização serão disponibilizadas pelo Serviço Voluntário de Assistência Social (Servas). Posteriormente, outras instituições e serviços serão incluídos no aplicativo.

 

Disponibilizado gratuitamente, o aplicativo foi idealizado pela Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec/MG), em parceria com o Servas (Serviço Voluntário de Assistência Social), e desenvolvido pela Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG) com o apoio da Prodemge (Companhia de Tecnologia da Informação do Estado de Minas Gerais).

 

Janaúba      

Dos 77 agraciados com a Medalha de Mérito da Defesa Civil, 14 ajudaram nos trabalhos de resgate e socorro médico na tragédia na creche Gente Inocente, em Janaúba, em outubro do ano passado. São militares e civis que estiveram na creche em que um vigilante ateou fogo ao próprio corpo dentro de uma sala de aula, causando a morte de outras 10 crianças, uma professora e duas auxiliares de classe.

O governador Fernando Pimentel destacou o papel dos militares e civis que atuaram para minimizar a tragédia. “Aqui, neste ano, estamos homenageando mineiros e mineiras que estavam em Janaúba, tragédia terrível que tirou a vida de 10 crianças inocentes e que o Estado teve que socorrer a tempo e a hora. Para fazer isso, muitas vezes, quem está lá presente é o cidadão comum, é a pessoa de todo dia que arrisca sua vida”, recordou.

Uma das homenageadas foi a auxiliar Jéssica Morgana da Silva Santos, que faleceu dois meses após a tragédia. Sua mãe, Maria Solange Ferreira Silva, de 44 anos, compareceu à cerimônia e relembrou a tristeza do fato. “Foi uma tragédia muito grande, muito triste, que comoveu o mundo todo. Essa é uma homenagem muito bonita às pessoas que foram guerreiras, heroínas, que salvaram muitas vidas”, disse.

O pedreiro Warley Oliveira Silva, de 28 anos, também homenageado, trabalhava em uma casa que fica na mesma rua da creche e foi um dos primeiros a chegar ao local. “Eu estava trabalhando e ouvi os gritos da professora e corri para dentro da escola. Fomos socorrendo a professora, as crianças, tentando apagar o fogo. Nunca vi aquilo na minha vida”, afirmou.

A medalha

A Medalha de Mérito de Defesa Civil foi criada pelo decreto nº 23.658 de 4 de julho de 1984. O Estado de Minas Gerais, reconhecendo e incentivando a prática dessas ações de solidariedade humana e dedicação, faz a entrega, anualmente, da condecoração.

A entrega da comenda integra os eventos comemorativos do 40º aniversário da Cedec-MG, que integra o Gabinete Militar do Governador. Criada em 7 de dezembro de 1977, por meio da Lei Estadual 7.157, a coordenadoria executa as ações de prevenção, mitigação, preparação, resposta e recuperação, destinadas a evitar ou minimizar desastres, preservar o moral da população e restabelecer a normalidade social em todo o Estado de Minas Gerais.

 

Agraciados

Alessandro Fábio Daldegan, major Corpo de Bombeiros
Alexandre Cardoso Barbosa, capitão do Corpo de Bombeiros
Aline Brandão Silva, superintendente de Cerimonial do governador
Ana Paula de Oliveira Tito, capitão da Polícia Militar
Anderson Passos de Souza, tenente coronel do Corpo de Bombeiros
Antônio Carlos Corrêa Júnior, capitão da Polícia Militar
Antônio Francisco Alves, Cabo da Polícia Militar (Janaúba)
Antônio José Marinho Cedrim Filho, médico (Janaúba)
Antônio Sérgio Barcala Jorge, major da Polícia Militar
Arley Teixeira, pedreiro (Janaúba)
Cássio Antônio dos Santos, major da Polícia Militar
Cláudio Roberto de Souza, comandante geral do Corpo de Bombeiros de Minas Gerais
Daniel Flávio Braga, coordenador do Núcleo de Apoio e Logística do Servas
Daniel Luiz de Brito Rosa, 2º tenente da Polícia Militar
Dime Rafael Rodrigues, soldado do Corpo de Bombeiros (Janaúba)
Eliane Maria Costa Pereira, assessora da secretaria de Governo
Eliane Rodrigues de A. C. Alves, servidora civil da Cedec
Elton Batista Oliveira, pedreiro (Janaúba)
Emerson Mozzer, coronel da Polícia Militar
Emmanuelle Alencar Nunes Ruivo, 2º sargento da Polícia Militar
Epaminondas Pires de Miranda, secretário de Desenvolvimento e Integração do Norte e Nordeste
Ermano Pereira de Brito, 1º sargento da Polícia Militar (Janaúba)
Ernando Antunes Braga, gerente de relacionamento da Cemig
Evair dos Santos de Oliveira, tenente coronel da Polícia Militar
Felipe Assis Mariano Castro, superintendente de eventos do Governo de Minas Gerais
Felipe Santos Miranda Nunes, gerente da Fundação Estadual de Meio Ambiente
Fernando Augusto Alves Ferreira, tenente coronel do Corpo de Bombeiros
Fernando Lourenço Firmino, motorista do Servas
Francisco Eduardo Moreira, secretário-adjunto de Governo
Geni Oliveira Lopes Martins (in memoriam), auxiliar de classe (Janaúba)
Giancarlo Moreira Zan, soldado do Corpo de Bombeiros
Glayson Nunes Cedec, 1º sargento da Polícia Militar
Gracielle Rodrigues Santos, major da Polícia Militar
Grasielle Oliveira Esposito, intendência da Cidade Administrativa
Heberte Jadiel Medrado Fernandes, condutor socorrista (Janaúba)
Henrique Martins Nolasco Sobrinho, general do Exército Brasileiro
Heuder Pascele Batista, gestor de captação de recursos financeiros da Copasa
Jaime Peres de Jesus, soldado da Polícia Militar (Janaúba)
Jerônimo Damião dos Santos, subtenente da Polícia Militar
Jéssica Morgana da Silva Santos (in memoriam), auxiliar de classe (Janaúba)
Joaquim Barbosa da Silva, pedreiro (Janaúba)
José Reis Nogueira de Barros, prefeito de Bonito de Minas
Karine Alexandre Brito, enfermeira (Janaúba)
Klevson Pires Martins, coronel da Polícia Militar
Ledwan Salgado Cotta, coronel da Polícia Militar
Leonardo de Medeiros Oliveira, 3º sargento da Polícia Militar
Leonardo Henrique de Oliveira, capitão da Polícia Militar
Luis Faustino Marinho Junior, tenente coronel da Polícia Militar
Marcela Oliveira do Carmo, servidora civil da Cedec
Marcelo Reis da Silva, major da Polícia Militar
Márcio Flávio de Moura Linhares, coronel da Polícia Militar
Marco Antônio Viana Leite, subsecretário de Assuntos Municipais da Secretaria de Governo
Marcus Vinicius Mansur Messeder, coronel do Exército Brasileiro
Maria de Fátima Rufino F. Lourdes, major da Polícia Militar
Marlei Simone Lima Antunes, professora (Janaúba)
Orlândia Barbosa Rodrigues, coordenadoria municipal de Proteção e Defesa Civil
Otávio Goulart Guerra Terceiro, perito da Polícia Civil
Otílio Prado, assessor especial da secretaria de Governo
Paulo Afonso Garcia, subtenente da Polícia Militar
Paulo Gonçalves de Souza, 2º tenente da Polícia Militar
Paulo Moura Ramos, presidente da Prodemge
Pedro Ernesto Diniz, diretor de Infraestrutura e Produção da Prodemge
Peron Batista da Silva Laignier, major Corpo de Bombeiros
Robson José de Assis Vidigal, subtenente da Polícia Militar
Robson Pimenta Martins, 3º sargento da Polícia Militar
Rodrigo Bueno Belo, diretor do Instituto Estadual de Floresta
Rodrigo de Melo Teixeira, Superintendente da Polícia Federal em Minas Gerais
Rodrigo Ferreira Matias, gestor de núcleo de serviços administrativos da Seplag
Samuel Martins Lara, coordenadoria municipal de Proteção e Defesa Civil
Sandro Isidoro de Abreu, 1º tenente da Polícia Militar
Sérgio Barboza Menezes, secretário de Estado de Segurança Pública
Silvane Givisiez, coronel do Corpo de Bombeiros
Valdeci Gouveia Rodrigues, tenente coronel do Corpo de Bombeiros
Vaner Brunelli de Carvalho, servidor civil do Gabinete Militar
Walter Freitas de Morais Júnior, promotor de Justiça

Warley Oliveira Silva, pedreiro (Janaúba)

Welvisson Gomes Brandão, major da Polícia Militar

 

Fotos: Manoel Marques/Imprensa MG

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *