Na volta de Marcelo Coopersetta à Câmara, vereadores quase partem pra briga no final da reunião

A volta de Marcelo Cooperseltta à Câmara de vereadores, nesta terça feira, pode ser classificada em duas partes. Na primeira, a cidade viveu quase que uma cena de novela. Marcelo, que chegou acompanhado de sua esposa e alguns integrantes de sua equipe, foi recebido com uma faixa intitulada como Família Smel, Saúde em Movimento, Pelc, Arena do Jacaré e Esporte Setelagoano que agradecia ao prefeito pela nomeação do ex-secretário. Apesar da faixa já simbolizar o jeito de atuação do vereador que sempre usa a comunicação como ferramenta de impacto, o que se viu foi um comportamento muito diferente das atuações dele na ultima gestão. Marcelo que sempre foi polêmico e barulhento, chegou como em uma cena de novela, sorriso aberto no rosto, cumprimentando a todos no plenário e recebendo abraços da maioria dos vereadores, deixando curioso até alguns servidores da casa. Ao longo da reunião ele se comportou de forma serena, agradeceu muito e tentou passar mensagens de união e parceria. Houve gente no plenário que disse: Vamos ver até quando essas cenas se repetirão. Vários funcionários da Secretaria de Esportes também estiveram no plenário e além de acompanharem de perto o retorno do vereador, estavam na expectativa do anuncio da nomeação do novo Secretário da Pasta. Como nada foi anunciado, nossa produção entrou em contato com o ex-vereador Gilberto Doceiro, que afirmou estar apenas aguardando o agendamento do prefeito para assumir o cargo, como foi acertado na semana passada com o mesmo. Entramos também em contato com um dos jornalistas da prefeitura que nos informou não saber de nada sobre esse assunto. Na segunda fase da reunião, mais uma vez todos os projetos foram apresentados e aprovadas como tem sido nos últimos tempos. Nem mesmo o Marcelo que por muitos é tido como polêmico, discordou ou votou contra em nada. O Clima só esquentou quando o vereador Rodrigo Braga apresentou e defendeu a mudança de data do Dia de Iemanja na cidade. Segundo o vereador Rodrigo, o Dia de Iemanjá foi oficializado em Sete Lagoas no dia 31/12/1998, em um projeto do então vereador Leone Maciel, hoje prefeito da Cidade. A proposta era somente mudar a data local para que seja comemorada com a Festa Nacional de Iemanja em 02 de fevereiro, sendo que também já faz parte do calendário oficial da cidade. Na votação,  os vereadores Fabrício Nascimento, Pastor Alcides, Ismael e Marcelo Cooperseltta absteram-se, Milton Martins votou contra e o restante a favor. Rodrigo Braga fez uma ampla defesa sobre o tema e o objetivo sendo aplaudido pela platéia, mas alguns vereadores não concordaram com a posição do outro e usaram de provocações esquentando o clima no plenário que terminou com os vereadores Renato Gomes e Milton Martins tendo que ser separados para não partirem para uma briga física.