Vice Prefeito Duílio de Castro deve trocar de sigla até dia 13 para se candidatar a Deputado Federal

O Vice Prefeito de Sete Lagoas, Duílio de Castro, depois de um grande estudo sobre as possibilidades de seu partido, aliados e formação de chapas partidárias deverá mudar de partido até o dia 13. Ele informou que existe a possibilidade do registro da ficha de filiação até esta data. Duílio não deve se desincompatibilizar de seu cargo. O vice-prefeito não tem um mandato, ele só assume na impossibilidade de atuação do prefeito. No seu caso como pré-candidato, ele perde o direito se o prefeito não puder cumprir sua função, mas quem assume é o presidente da Câmara. Duílio disse a nossa produção que sua intenção é concorrer às eleições em uma sigla leve, que exija menos votos e eleja mais candidatos. Ele recebeu proposta de vários partidos e já se definiu, mas deixará para informar na próxima semana. Duílio de Castro afirmou que não admite fazer dobradinha com nenhum candidato de fora de Sete Lagoas e detalhou algumas situações sobre nomes locais: Douglas Melo; estou muito distante dele, pois na campanha anterior retirei minha candidatura, o ajudei a se eleger, mas praticamente fui traído, pois o deputado seguiu um rumo e um estilo diferente de fazer política. Acho muito difícil caminharmos juntos, até porque ele deve fazer parceria com um candidato de fora com o objetivo de auxílio para fazer sua campanha. Marcelo da Cooperseltta; é meu amigo particular e sei que ele deve dobrar com Leonardo Quintão, mas existem vários locais e projetos em Sete Lagoas como a Cooperseltta, programa Pelc que devemos caminhar juntos. Na câmara de Sete Lagoas eu devo caminhar com aproximadamente oito Vereadores: Gislene, Beto do Açougue, Ismael, João Evangelista e Marli, já conversamos e vamos caminhar juntos. Estou em contato com outros vereadores que devem nos apoiar. Existe ainda a possibilidade de uma dobradinha com um nome novo que poderá lançar sua pré-candidatura em breve. Em relação à pré-candidatura do Presidente Claudio Nascif (Caramelo), entendo que é uma articulação do grupo do Douglas Melo, mas acredito que não deve se efetivar, pois o vereador é muito experiente e é uma promessa política para as próximas eleições, que não vai colocar seu nome e correr o risco de se desgastar, afirmou Duílio de Castro. Ele disse ainda que as pré-candidaturas de Emílio Vasconcelos, Carol Canabrava e Dr. Edilson são legitimas, mas que algum deles pode desistir até o lançamento oficial e que está fechado com o prefeito Leone Maciel, pois existe um projeto muito sério para elegê-lo como Deputado Federal com o objetivo principal de buscar os recursos de direito da cidade para serem aplicados em seu desenvolvimento e qualidade de vida da população.